Justiça Socioambiental

O Brasil possui a maior floresta tropical e a maior biodiversidade do mundo. No entanto, toda essa riqueza está ameaçada pela destruição de florestas e de outros ecossistemas por grande projetos, pela expansão de monoculturas de soja e cana e pelo avanço da pecuária.

Uma questão chave para o futuro da humanidade são os efeitos das mudanças climáticas. No contexto internacional, o Brasil é um ator de grande importância na construção de um novo acordo global para conter os efeitos desse fenômeno. Por outro lado, o país está no grupo dos maiores poluidores do mundo quando o que está em jogo são as emissões como resultado das queimadas e do desmatamento. Discutir e apoiar iniciativas que podem mudar esse quadro é uma de nossas principais tarefas.

A questão da energia também está no centro do debate sobre desenvolvimento sustentável e mudanças climáticas. Energias renováveis, como eólica e solar, têm o potencial de substituir fontes tradicionais causadoras de grandes impactos ambientais (hidroelétricas) e enormes emissões de CO2 (carvão). Ao mesmo tempo, apesar de cara e perigosa, a energia nuclear aparece como uma falsa solução.

Artigos atuais

Vídeos

Dossiês

Dossiê: Flexibilização da Legislação Socioambiental Brasileira - 3ª edição

Dossiê Flexibilização da Legislação Socioambiental Brasileira - 3ª edição

Plantação de soja

Dossiê Flexibilização da Legislação Socioambiental Brasileira - 2ª edição

Publicações

Capa Farmacopeia Popular do Cerrado volume 2.

Farmacopeia popular do cerrado

Trazendo conhecimentos tradicionais da biodiversidade do Brasil, os usos de plantas medicinais citados aqui são resultantes de uma pesquisa popular realizada por raizeiras e raizeiros do Cerrado.

Atlas dos Insetos

Atlas dos Insetos

Você já imaginou como seria um mundo sem insetos? Sem abelhas, sem besouros, sem joaninhas, sem mariposas... De todas as espécies animais no mundo, 90% são de insetos. Para muitos vistos como pestes ou pragas, os insetos são essenciais para a vida no planeta.

Diagrama dos Retrocessos no direito à terra e ao território

O diagrama disponibilizado na 3° edição do Webdossiê ‘Flexibilização da legislação socioambiental – retrocessos no direito à terra e ao território’, traz um panorama dos motivos pelos quais a conservação da biodiversidade e o equilíbrio climático dependem da democratização do acesso à terra, pontuando os retrocessos no direito à terra e ao território no Brasil.

Capa do Livro Baía de Guanabara: descaso e resistência (2ª edição)

Baía de Guanabara: descaso e resistência

A Baía de Guanabara é uma das maiores baías do país, pontilhada por montanhas ao horizonte, berço de dezenas de espécies marinhas. No entanto, tem sido colocada em um contexto de poluição, descaso e abandono. Ainda assim, ela permanece resistindo com seus encantos. A nova publicação do jornalista Emanuel Alencar faz um balanço sobre os reais impactos e aplicações das promessas de despoluição da Baía de Guanabara cinco anos após os Jogos Olímpicos cariocas.
 

capa modo de vida imperial

Modo de vida imperial

Neste livro, Ulrich Brand e Markus Wissen complexificam a análise sobre a dominação, apontando elementos da exploração dos seres humanos e da natureza escondidos — ou nem tanto — em nosso cotidiano, seja nos países “desenvolvidos” , seja nos “emergentes”.